terça-feira, 31 de julho de 2012

Por Que no Meu Quarto?





Existe uma quantidade infinita de lugares que você poderia estar, então porque você está no meu quarto? 

Fiquei calma quando você jogou todas as minhas coisas na calçada, arrancou a fita que a polícia colocou para manter pessoas como você longe dá cena do crime, quando os seus amigos deixaram a casa cercada de papel higiênico no Halloween, e quando moveu todas as coisas dentro da casa de lugar, eu tentei parar você, mas você ignorou completamente o fato de que eu estava lá. Pacifista que sou, eu deixei-o ir.





Eu tenho que saber, por meu quarto? Eu tento pegar suas roupas, a esmo, e atirá-las no chão. Devo ter alguma alergia a elas, pois quando as toco fico cheia de bolhas na minha mão. Eu só quero limpar meu quarto, você me ignora quando eu estou apenas á dois metros de distância.

Então, por que você está no meu quarto? Eu pensei por um momento talvez eu tenha sido o inconveniente em seu espaço pessoal, então eu decidi dar um passeio. Quando cheguei, à porta, e a maçaneta estavam queimadas. Eu tentei entrar pela escada de incêndio, e apesar da escuridão do nosso espaço compartilhado, que é iluminado apenas pelo seu monitor, que estava desligado parecia infinitamente mais sombrio. Você devia reprogramar o seu relógio, não normal acordar às 4 horas da tarde.

Então, de todos os lugares, porque o meu quarto? Eu sento em sua escrivaninha próxima a você. Seus olhos permaneceram impassíveis, eu sei que você me viu desta vez. Isso foi quando eu notei pela primeira vez, este site em seu monitor. Você parecia assustado, mesmo que apenas momentaneamente. Eu entendo que eu perdi um pouco de peso, talvez se estivesse menos pálida, mas a reação grosseira era absolutamente desnecessária. Eu queria empurrar você, mas suas roupas me queimaram novamente. Se vamos viver juntos, eu gostaria de pedir que você mude seu sabão em pó. Além disso, diga ao homem de chapéu-coco para parar sorrindo para mim.

É o meu quarto.

Estou começando a ficar chateada, eu tentei novamente pegar seus pratos sujos de debaixo da cama. Fui recebido com uma sensação de formigamento, talvez um pouco escaldante, para não se queimar como tudo o mais. Eu ainda não podia levantá-lo. Você provavelmente deixou o prato tão sujo que ele se prendeu à mesa, com os restos da refeição se estragou em baixo. Eu nunca fui uma maníaca por limpeza, mas parece que a bomba de Hiroshima caiu em meu quarto. O homem de chapéu-coco fala demais, ele me diz que eu devo permitir que minha raiva se dissolva, para que eu possa descançar. Eu tentei ser engraçada, dizendo que eu precisava de uma esponja, para destruir minha ira, em uma pilha de pratos. Ele pareceu não gostar de minha alegria. Eu me senti como se eu tivesse acabado de cometer um ato de grande insolência.

Por que você faria isso no meu quarto? Por favor, tenha alguma dignidade. Olhando para esses sites pornôs que você olha e se esfregando dessa maneira repugnante. Eu tenho apenas 16 anos e eu estou aqui. Por favor, pelo menos, faça isso no banheiro. Qual será a sua intenção? Eu sou um projeto de ciência social para você? Você deve ser o de me prender aqui. Eu sei que você está fazendo isso de propósito. Eu queria bater na mesa e desligar o computador.

Apesar de eu só conseguir até hoje ter jogado uma xícara de café longe. A alça rompeu, eu espero que tenha atingido ele, pois ele é meu alvo favorito.

Bem-vindo ao meu quarto, eu espero que você não se importe se eu olhar para você enquanto você dorme. Você não parece estar em repouso, agora.

SAIA DO MEU QUARTO! Tudo que eu quero é um pouco de espaço para mim, esse não é que o sonho de toda garota?! E você não deixou a janela aberta, abra-a!

Se você quer saber, fui eu que escondi aquele jogo estúpido que você está sempre brincando e inclinei seu carregador de telefone estúpido para que ele entre em curto-circuito.

Eu posso sentir a raiva.

O homem de chapéu-coco tem um sorriso um pouco extravagante. Eu posso ver até seus dentes brancos como marfim.




Olá senhor,
Desde que você não foi educado o suficiente para se apresentar pelo nome, ou para sair do meu quarto, eu sou forçada a me referir a você como senhor. Notei que você visita este site com bastante frequência, por isso decidi que seria o melhor lugar para postar isso. Todo mundo vai vê-lo como uma história idiota, mal escrita, e curta. Eu espero que você veja de outra forma. Eu não queria prejudicá-lo, eu prometo que não o fiz. Eu só queria você. Eu estou realmente orgulhosa de mim mesma, o homem de sorriso estranho em seu quarto, ficou orgulhoso quando viu que eu tinha ficado forte o suficiente para levantar seus pratos, em especial uma faca. Espero que você goste do meu quarto, ele não é perfeito, mas é um trabalho em andamento. De qualquer forma, vamos ao ponto. Eu espero que você leia isto antes de adormecer, como esta é sua última advertência. Eu sei que você poderia dominar-me, então eu vou esperar até que você esteja dormindo. Se você optar por dormir no meu quarto, então você não vai ser acordado, pelo menos, não no estado que você está. Talvez você vá acordar no céu, inferno, reencarnado. Eu sou jovem demais para saber como funciona. Eu espero que você leia isto, porque temo por mim também. O homem do sorriso parece estar me usando para esta finalidade. Eu não tenho certeza do que ele vai fazer comigo depois. Eu posso ser fantasma, mas eu não sou muito tão perceptivo para ler as pessoas. Esta é a minha última tentativa de permitir que a raiva diminua. Para o nosso bem, SAIA.
Considere-se sortudo, o último garoto não era... bom o suficiente para que eu deixasse uma nota.
Atenciosamente,
Greta Denniels

3 comentários:

  1. Vish parece meu quarto bem morpheus se eu morre eu nunca mais comento no vida comica boa noite
    ADEUS

    ResponderExcluir
  2. Putz... não entendi muito bem... ela é um fantasma, isso saquei desde o começo! E ela vai mata-lo... se for só isso, ô creepypasta sem graça =/

    ResponderExcluir
  3. Haushaushaus! Se esse quarto que ela fala fosse o meu, ela não poderia reclamar de nada. Na verdade, limpo a casa todas as atrdes, antes de ir trabalhar.

    ResponderExcluir