segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Isto Não é Uma Creepy!



Resultado de imagem para gifs de terror

Oi faz tempo que eu não falo com vocês... não que tenha sobrado alguem pra conversar, eu acabei me afastando dessas coisas, eu passei por três anos de depressão profunda e agora estou melhor, então tenho esse rascunho de algo que não sei descrever muito bem, mas era pra ser um incentivo para vocês me mandarem relatos sobrenaturais... sei la
Boa semana ^-^


Nessa vida tão esplendida que nós foi oferecida por alguma divindade ou não, carregamos conosco as almas de nossos antepassados, as vezes apenas espiritos de bem feitores, que nós guian pelas ruas esburacadas. Mas houve um tempo em que eu não acreditava nisso, nem tão pouco em uma divindade, acontece que eu sou um pouco descrente devido ao modo que fui criada, e todas as coisas que ja passei na vida as vezes me fazem apenas acreditar no mal.

As vezes porque o mal esta muito mais presente em nossas vidas do que o bem, mas acontece que tenho um membro da minha familia, minha mãe, que acredita até demais na força dos espiritos e coisas assim. Ela me levou num centro espirita, mas eu não me senti muito bem la, senti muitas dores no corpo, um mal estar, mas segundo o espiritismo é apenas fruto da minha mediunidade que não esta desenvolvida. Eu gostei dessa parte, ser uma mediun e tals.

Quando eu era adolescente eu via coisas, uma vez eu havia acabado de acordar, e quando abri os olhos lá estava, um homem velho, com seus setenta anos ou mais, muito bem vestido, calça e palitó bege claro, com um chapel e uma bengala, ele tinha o rosto bem acabado, ele não olhou para mim, apenas estava virado em direção da janela, olhando além dela como se nada importasse.

Outra vez eu apenas senti que havia alguem no quarto dos meus pais, eu fui até la e não tinha nada, mas assim que passei pela porta do quarto, ela bateu atras de mim, eu me agachei para ver por baixo da porta, e havia alguem de pé, então eu sai correndo e me tranquei no banheiro segurando meu cachorro em um braço e uma faca na outra mão, Quando essas coisas acontecem eu tenho tendencias a apelar para Deus, então comecei a rezar e então eu ouvi a porta do quarto se abrir e em seguida bater, e então a porta da cozinha rangeu e em seguida bateu tambem, é claro que depois eu percebi que foi o vento, mesmo com os pes que vi atras da porta, não podia ser outra coisa, não é?

Mas e você acredita em anjos e demônios?



Nenhum comentário:

Postar um comentário